DEPUTADOS DESTACAM NA AL A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA BOLSA ESCOLA NO MARANHÃO - Randyson Laércio

Post Top Ad

terça-feira, 27 de outubro de 2015

DEPUTADOS DESTACAM NA AL A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA BOLSA ESCOLA NO MARANHÃO


O governo Flávio Dino foi destaque pela implantação do Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família), durante a sessão ocorrida na manhã desta terça-feira (27), na Assembleia Legislativa do Maranhão. Em seus discursos, os deputados Marco Aurélio, Othelino Neto, Rafael Leitoa, Fernando Furtado e Roberto Costa, ressaltaram a iniciativa e o compromisso do governador com um milhão de crianças e jovens de 4 a 17 anos que são beneficiários do Bolsa Família no Maranhão, por parte do governo federal, e que terão o aditivo da 13ª parcela, por meio do governo do Maranhão, diretamente para a aquisição de material escolar.

Para o deputado Marco Aurélio, a implantação do programa no Maranhão mostra o compromisso que o governador Flávio Dino tem com a sociedade, e, principalmente, com esses estudantes, que a partir de agora terão um incentivo para estarem em plena atividade em sala de aula. “O programa era um dos eixos principais do então candidato ao governo, o governador Flávio Dino, quando falava, em campanha, que iria implantar mais uma parcela do Bolsa Família para serem adquiridos materiais escolares”, avaliou.

O parlamentar ainda destacou a alegria de ter participado junto ao governador do lançamento do Programa e ter acompanhado de perto esta nova etapa na educação no Maranhão. “É com grande alegria que digo que nós acompanhamos a implantação deste importante programa, e digo isso porque quando você tem a oportunidade de governar um Estado, você tem que ser fiel à população e ao seu programa de governo, e o reflexo disso foi ontem, segunda-feira (26), quando ocorreu a concretização do projeto, com o lançamento do Bolsa Escola.”, disse Marco Aurélio.

Com o programa, o investimento disponibilizado pelo governador Flávio Dino será de R$ 72 milhões. A medida visa, de fato, fortalecer a educação, levando àquelas comunidades que mais precisam condições para aquisição do material escolar. O valor destinado será de R$ 46, por cada filho matriculado na rede pública. O diferencial é que, além de ajudar na redução da evasão escolar, o programa oferece maior estímulo aos estudantes.

Além de beneficiar os estudantes, o Programa traz melhorias diretas nos índices educacionais do Estado, além da contrapartida, que é a movimentação econômica dos estabelecimentos empresariais, que já estão em processo de credenciamento. “Imagina só, o impacto de R$ 72 milhões, aproximadamente, movimentando aí as livrarias, papelarias dando aí esse fluxo, e essa movimentação fortalece todo o comércio, sobretudo, no momento de dificuldade de todos os municípios brasileiros”, avalia Marcou Aurélio.

O deputado Roberto Costa também fez referência ao programa. “Enquanto Presidente da Comissão de Educação da Assembleia, fico feliz em relação a esse projeto do governo, porque eu acho que atende verdadeiramente àquelas crianças desassistidas, nós que temos a nossa militância também dentro do movimento estudantil por muitos anos e hoje militamos dentro dos municípios do Maranhão e conhecemos um pouco da realidade e das dificuldades que as famílias têm em dar as condições mínimas para que seus filhos possam frequentar uma escola com condições até de um lápis”, incrementou Costa.

O deputado Othelino Neto destacou que é preciso chamar a atenção para um aspecto que é muito marcante, além da importância social, que é a sensibilidade do governador em implantar um programa como esse, em momento de crise financeira. “Cerca de R$ 70 milhões circularão a mais no mês de janeiro, permitindo que essas crianças possam comprar o material didático. E tem outro aspecto importante, não vai ser preciso aquela correria dos pais levando as crianças para buscar o cartão, ficar esperando horas e horas em filas, entrando pela madrugada, porque a criança vai receber o cartão em casa”, disse o deputado.

Reforçando os elogios ao Governo do Maranhão, os deputados Fernando Furtado e Rafael Leitoa, falaram da importância de mais um programa do Governo do Estado no segmento da educação. “Se hoje nós temos um índice de criminalidade muito alto e temos muitos jovens envolvidos, é justamente porque faltou a escola, faltou o incentivo, faltou o atrativo na escola para que esse jovem olhasse a escola de uma forma salutar. Então eu digo que o caminho é este, e este é o momento que temos que começar a preparar com a inauguração dos Iemas e outras questões que o governo já vem levantando como as escolas dignas que vão acabar com as escolas de taipa”, concluiu Fernando Furtado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad