ELEIÇÕES NO MARANHÃO SERÃO DISPUTADAS POR 821 CANDIDATOS - Randyson Laércio

Post Top Ad

terça-feira, 22 de julho de 2014

ELEIÇÕES NO MARANHÃO SERÃO DISPUTADAS POR 821 CANDIDATOS

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou hoje (21) no sistema de registro de candidaturas das eleições os nomes de todas as pessoas que pediram registro para concorrer ao pleito.
No Maranhão, 821 candidatos vão disputar as vagas de governador (6), vice-governador (6), senador (6) e seus seis suplentes, deputado federal (256) e deputado estadual (535).
Proporcionalmente, o cargo mais disputado é o de deputado federal. Serão 14,2 candidatos por vaga. Hoje, a bancada maranhense na Câmara dos Deputados é de 18 parlamentares.
A segunda maior concorrência, se analisado o número de candidatos por vaga, é o de deputado estadual. São 12,7 pretendentes por vaga. A Assembleia Legislativa dispõe de uma bancada total de 42 deputados estaduais.
De acordo com o levantamento, 24,9 mil candidatos em todo o Brasil devem disputar vagas de deputado federal, estadual e distrital, senador, governador e presidente da República. O número inclui suplentes de senador e vices aos governos estaduais e à Presidência da República.
Segundo informações do DivulgaCand, sistema do TSE que centraliza as candidaturas, o número maior de candidatos é para o cargo de deputado estadual (16,2 mil). Para deputado federal, são 6,7 mil, segundo informou o Congresso em Foco.
No Distrito Federal foram registradas mil candidaturas ao cargo de deputado distrital e 181 candidaturas foram recebidas para senador, primeiro e segundo suplentes. Nos estados, são 171 candidatos a governador e vice. Onze candidatos vão disputar as vagas de presidente da República e 11, de vice-presidente.
Em outubro estarão em disputa 1.059 vagas para deputado estadual. Na Câmara dos Deputados serão eleitos 513. Vinte e sete (um terço) das 81 cadeiras no Senado estão em disputa. A Casa renova alternadamente a cada eleição um terço e dois terços dos parlamentares. Para deputado distrital, são 24 cadeiras.
O número poderá ser atualizado até o dia da eleição, pois os pedidos de registro ainda serão julgados pelos juízes eleitorais e novas informações devem ser recebidas nos tribunais regionais eleitorais.  Após a decisão da Justiça Eleitoral, os candidatos estão aptos a concorrer. Além disso, as coligações podem mudar os candidatos que escolheram.
O primeiro turno do pleito deste ano será em 5 de outubro. O segundo está marcado para o dia 26, nos casos de eleições para governador ou à Presidência da República em que o primeiro colocado não obtiver 51% dos votos válidos, excluídos os brancos e nulos.
Idifusora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad