E JOSÉ REINALDO, FLÁVIO DINO? ELE TAMBÉM É GOLPISTA? - Randyson Laércio

Post Top Ad

terça-feira, 11 de agosto de 2015

E JOSÉ REINALDO, FLÁVIO DINO? ELE TAMBÉM É GOLPISTA?

Em discurso de militante partidário, o governador Flávio Dino (PCdoB) chamou de golpistas, ontem, todos os que defendem o afastamento da presidente Dilma Rouseff (PT). Pelo raciocínio estudantil do comunista, o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) – seu mentor, criador e principal artífice de sua eleição – também é um golpista.
Em artigo publicado hoje – intitulado “A crise isola o governo” – Tavares não só aponta que Dilma está à beira do abismo político como acusa ela própria pela situação que vive.
E diz que, na Câmara, tudo está pronto para seu afastamento.
– Se o julgamento das contas do governo pelo TCU for pela desaprovação; e se ela for enquadrada na Lei de Responsabilidade Fiscal, está tudo pronto na Câmara para iniciar um processo cujo desfecho pode ser, de acordo com a lei, o seu afastamento. Nesse caso, assumiria o vice-presidente Michel Temer para cumprir o restante do seu mandato – conta José Reinaldo.
Dilma com Dino: militante partidário em cima de palanque
Dilma com Dino: militante partidário em cima de palanque
Em sua linha de raciocínio, Tavares acaba por botar o governador maranhense na mesma laia do PSDB , que também já não quer Dilma fora – pelo simples fato de que, no caso em tela, quem assume é o peemedebista Temer.
– Alguma coisa pode salvá-la desse desfecho? Especula-se que ela só conseguirá evitá-lo, se algo inusitado acontecer. Por exemplo, se o PSDB se juntar ao PT. É incrível, mas pode acontecer. E ocorrendo mesmo, o PSDB está arriscando a sua credibilidade política, talvez de forma definitiva – analisa Tavares.
É exatamente com o que sonha Dino, o comunista.
A´cio com Dino; no fim das contas, eles pensam iguaizinhos
A´cio com Dino; no fim das contas, eles pensam iguaizinhos
Discordando do afilhado, José Reinaldo Tavares aponta que a própria Dilma é responsável pela situação a que chegou, pela arrogância e incapacidade de diálogo – aliás, mesmo comportamento visto no aliado comunista.
– A presidente Dilma parece que não sabe muito bem mensurar o que está acontecendo (…) Seu temperamento forte parece não deixar que ela tenha humildade para reconhecer seus erros (…) Ela prefere brigar mesmo, chegando à beira do abismo, com apenas 8% de aprovação. Ou seja, apenas oito brasileiros em cada cem aprovam o seu governo (…) Mesmo assim, ela parte para a briga, desdenha do panelaço, desdenha da realidade – diz o ex-governador.
Mas, político experiente, José Reinaldo também aponta soluções, que , segundo ele, está nas mãos da própria Dilma.
– Na verdade, a única pessoa que poderia criar as condições para ficar no governo (…) é a própria Dilma, se lançasse ao debate um projeto de conciliação nacional, se desculpando pelos erros (…) lançando ao debate uma pauta de projetos que, pela sua importância, pudessem mudar o rumo do país, que hoje está em queda livre – diz ele.
O discurso de ontem, de Flávio Dino, e o artigo de hoje, de José Reinaldo, põem, mais uma vez, criador e criatura no lado oposto da opinião.
Dino, imaturo, com seu conhecimento estudantil do que é a conjuntura política nacional.
José Reinaldo, calejado e experiente, apontando as causas e dando as soluções do problema.
O que, para o militante Flávio Dino, é “golpe”, para o político José Reinaldo é conjuntura… 
Blog do Marco Deça

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad