ONTEM EU ENCONTREI O ZÉ... - Randyson Laércio

Post Top Ad

sábado, 9 de julho de 2016

ONTEM EU ENCONTREI O ZÉ...


Tem dias que você anda com a cabeça nas nuvens, pensando na morte da bezerra. E ai, de repente você vê alguém, e este alguém se parece com alguém que você conhece daí a pouco aquele alguém que você conhece aparece. Então você fica com receio de cumprimentar porque acha que esse alguém que você conhece pode ser aquele alguém que você não conhece. (Alguém entendeu alguma coisa?).
Bem, ontem à tarde me aconteceu este revertério, depois de tomar umas branquinhas e umas loiras num boteco imundo e cheio de moscas, lá perto do mercadão, já com o zoio meio lusco-fusco, eu tava tentado achar meu ponto de ônibus quando vi um cara que era a cara do Zé, se meu braço não tivesse pesado por causa da manguaça, eu teria levantado ele para cumprimentar o sujeito. Ainda bem, porque não era o Zé, mas não cheguei a dar nem 20 cambaleantes passos, olha só quem eu vejo. O Zé.
Ai meus braços ficaram leves e a gente se abraçou. Que saudades eu estava do Zé, fazia muito tempo que a gente não se via; amigão do peito.
- E então Sr. José Roberto, o que faz da vida? Você sumiu. E a Gloria, sua mulher, como vai? Continua bonitona. Sua filha já deve estar moça? Seu filho já te deu netos?
- Pois é Dida, (ele nunca me chamou de Valdir), a coisa descambou de vez, mas vamos ali no bar tomar uma que a gente conversa
- E ai? Me conta, desabafa, sou todo ouvidos.
- Ta bão, vamos começar pela Glória, minha EX. Você sabe que ela sempre foi manicure, alias uma ótima manicure. De uns tempo pra cá eu estava achando ela meio estranha, fria, nossas transas cheia de fogo foram se apagando, quase virando cinzas. Então um dia ela fez a mala pegou seus panos de bunda e falou: - Estou indo embora, encontrei um outro amor, este sim me faz feliz, me completa. Dois meses depois a gente estava divorciado.
- Minha filha está moça sim, nem empentelhou direito e já esta buchuda de um maconheiro.
- Meu filho que achei que seria um garanhão igual ao pai virou viado, e ainda teve o descaramento de levar o namorado em casa.
- Depois deste monte de desilusão, comecei a dar relaxo no serviço. O patrão me mandou embora faltando dois anos pra me aposentar.
- Poxa Zé, não falta acontecer mais nada, já aconteceu tudo.
- Ai é que ta Dida, aconteceu sim.
- Caramba, aconteceu mais o que?
- Aconteceu que eu ganhei uma bolada na Mega-Sena, to indo amanhã pra Europa sem data pra voltar. Eu quero que o resto se F......
                                                    valdirfachini53@.gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad