GOVERNO PARTICIPA DO FÓRUM NACIONAL DE GESTORES DE JUVENTUDE EM BRASÍLIA - Randyson Laércio

Post Top Ad

quinta-feira, 9 de abril de 2015

GOVERNO PARTICIPA DO FÓRUM NACIONAL DE GESTORES DE JUVENTUDE EM BRASÍLIA

A secretária de Estado Extraordinária da Juventude, Tatiana Pereira, cumpre agenda em Brasília (DF), esta semana, onde representou o Maranhão no Fórum Nacional de Gestores de Juventude, que reuniu gestores municipais e estaduais de juventude de todo o Brasil e teve a presença do secretário nacional da Juventude, Gabriel Medina.

A participação da secretária no encontro contempla a política desenvolvida pelo Governo do Estado para partilhar experiências e ideias em favor do desenvolvimento e aplicação de políticas públicas que contribuam para a construção do grande projeto de mudança no Maranhão, liderado pelo governador Flávio Dino para maior justiça social e melhoria da qualidade de vida dos maranhenses.

O Fórum foi realizado na terça-feira (7), durante o III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), promovida pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Mais de 100 gestores municipais de políticas de juventude de todas as regiões do Brasil estiveram presentes. O EMDS segue até esta quinta-feira (9).

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e a FNP promoveram atividades durante todo o dia. A programação começou com uma mesa de debates sobre a política de juventude com o secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina; com o coordenador de participação e mobilização da Conferência Nacional de Juventude, Daniel Gaspar; e da chefe de gabinete da SNJ, Rafaela Rodrigues.

O secretário Gabriel Medina apresentou as propostas da SNJ para o novo mandato do governo Dilma e as pautas prioritárias para 2015, sendo elas a realização da III Conferência Nacional de Juventude, a regulamentação do Estatuto da Juventude, o Plano Juventude Viva e o PPA.

A secretária Tatiana Pereira destacou a dinâmica das relações institucionais em favor das políticas públicas de juventude, com o Fórum Nacional de Gestores de Juventude.

“O Fórum proporcionou um intercâmbio sobre os processos e dinâmicas de políticas públicas que ocorrem no Brasil. Isso nos proporciona uma reciclagem e dinamiza e organiza nosso olhar sobre a política pública de juventude para o Maranhão. Dessa forma, cria-se um sentimento de parceria, de que não estamos sozinhos nessa luta”, ressaltou Tatiana Pereira.

Redução da maioridade penal

Durante as manifestações dos gestores estaduais e municipais, vários deles sugeriram que fosse aproveitada a oportunidade do encontro para manifestar a posição contrária à proposta da redução da maioridade penal. Ao fim do evento, foram encaminhadas ações, como um manifesto preparado pela SNJ e assinado por todos os secretários presentes que, na manhã desta quarta-feira (8), após ser lido pela secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, foi entregue ao ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Miguel Rosseto.

“A discussão da proposta da redução da maioridade penal, neste grande encontro de gestores de juventude de todo o país, proporciona uma reoxigenação, ainda maior, de nós gestores sobre a problemática. O fruto disso foram os atos concretos nascidos aqui, como o manifesto assinado por todos os gestores e entregue ao ministro Miguel Rosseto e a produção de vídeo, onde os gestores dizem o porquê de ser contra a redução da maioridade penal”, explicou Tatiana Pereira.

De acordo com o secretário Gabriel Medina, a SNJ está dialogando com todos os presidentes de partidos para que possam alinhar um posicionamento contrário à PEC 171. Medina ressaltou que o posicionamento do Governo Federal e da presidente Dilma Rousseff é contrário à proposta da redução da maioridade penal.

“Essa questão deve partir de um diálogo pluripartidário, pois em questões que envolvem os direitos das juventudes não podemos ser sectários, temos que defender uma ideia republicana, onde todos os partidos, todas as ideias de liberdade que estão juntas nesse processo, vão poder construir. Essa é a hora da gente construir uma frente ampla, envolvendo gestores municipais, estaduais e bancadas de deputados federais contra a PEC 171”, comentou Gabriel Medina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad