ACUSADO DE PLANEJAR ASSALTO QUE ACABOU NA MORTE DE EMPRESÁRIO EM SÃO MATEUS DO MARANHÃO É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL - Randyson Laércio

Post Top Ad

segunda-feira, 20 de abril de 2015

ACUSADO DE PLANEJAR ASSALTO QUE ACABOU NA MORTE DE EMPRESÁRIO EM SÃO MATEUS DO MARANHÃO É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO), efetuou a prisão de Josemário Nobre de Macedo, 50 anos, vulgo “Ná”, em cumprimento a mandado de prisão preventiva. O mesmo é suspeito de ser um dos mandantes do latrocínio do empresário  Valmir  Queiroz Filho, 43 anos, proprietário de um restaurante em São Mateus do Maranhão, que foi assassinado  com  vários tiros disparados no momento em que abria o portão de sua residência localizada na rua Nossa Senhora de Fátima, em São Mateus do Maranhão.

O crime aconteceu em 28 de abril de 2013 e a partir de então uma equipe de investigadores, sob o comandado do delegado José Henrique Rodrigues de Sousa, conseguiu identificar os autores e indiciá-los.

Entre eles está Carlos Henrique de Salles Ferreira que em depoimento à polícia afirmou que seria “Ná” o mentor da ação, inclusive teria repassado à quadrilha informações dando conta que a vítima guardava em casa uma grande quantidade de dinheiro. Na oportunidade o acusado conseguiu escapar.

Posteriormente, já no ano de 2014 a polícia recebeu informações que “Ná” havia retornado a região e estaria homiziado em um povoado da zona rural de São Mateus do Maranhão, mas novamente fugiu do cerco.

Entretanto, nesta sexta-feira (17), quase dois anos depois do crime, a polícia conseguiu prende-lo na cidade de Lago da Pedra, por volta do meio-dia.

De acordo com informações do delegado Carlos Alessandro, comandante do DCCO, Josemário Nobre de Macedo nega qualquer envolvimento com a morte do empresário, apesar da polícia garantir que há indícios suficientes que ele tenha sido o responsável por arquitetar o plano.

Após ser submetido a exame de corpo de delito o acusado foi recambiado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

Ainda segundo informações do delegado Carlos Alessandro, “Ná” é um indivíduo de altíssima periculosidade com várias passagens pela polícia pelos crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha especializada em roubo de cargas e instituições financeiras.

Vitima Valmir Queiroz
Não é descartada a possibilidade do acusado está planejando para os próximos dias alguma ação na região.
Em entrevista concedida á imprensa “Ná” disse que se encontrava em Lago da Pedra há aproximadamente oito meses. Ele também revelou que era amigo da vítima e que no dia do crime estava trabalhando e ficou triste ao saber da morte de Valmir  Queiroz Filho.(Blog do Sérgio Matias).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad