VÍDEO: ROBERTO COSTA DENUNCIA EMPRESA LIGADA A PARENTES DO PREFEITO DE BACABAL - Randyson Laércio

Post Top Ad

terça-feira, 15 de março de 2016

VÍDEO: ROBERTO COSTA DENUNCIA EMPRESA LIGADA A PARENTES DO PREFEITO DE BACABAL



“O que existe é um mar de lama em Bacabal”, lamentou o deputado estadual Roberto Costa (PMDB), na manhã desta terça-feira (15). A crítica refere-se aos tantos descasos encontrados na cidade do Médio Mearim, citados por Costa inúmeras vezes na tribuna da Assembleia Legislativa. Entre eles, o parlamentar denunciou doação de um terreno à empresa SEIXOMIX, pertencente ao genro e à filha do prefeito de Bacabal, Zé Alberto. O terreno, localizado no distrito industrial, em Bacabal, serviria para a instalação da Usina de Britamento de Pedras e Outros Materiais.

Contudo, ao contrário do que se pensa, a instalação da empresa SEIXOMIX não significa geração de emprego e renda para a população, de acordo com Roberto Costa, mas sim benefício aos parentes do prefeito. “A SEIXOMIX trabalha com uma obra prima chamada seixo, que tem sido utilizada para tapar os buracos da cidade de Bacabal. Mas o nível de obra que é executado pelo município de Bacabal nas ruas da cidade nos mostra que o serviço não é feito. E, para piorar, o verdadeiro dono da empresa, e eu não falo o dono laranja, o verdadeiro dono dela é o genro do prefeito e a filha do prefeito”.

O parlamentar informou ainda que a situação foi descoberta devido a caminhonete da empresa ser conduzida pelo próprio genro do prefeito. “No dia em que a Câmara foi avaliar essa doação, a vereadora Natalia Duda denunciou este absurdo. E o que aconteceu? No dia seguinte, após a denuncia, o genro do prefeito de Bacabal simplesmente tirou da caminhonete o adesivo com o nome da empresa. Então a Câmara aprovou”, disse.

Apelo
O deputado Roberto Costa aproveitou ainda a oportunidade do discurso na tribuna e fez um apelo aos vereadores da Câmara Municipal de Bacabal. Costa pediu a eles para que revejam a situação do projeto que permite a doação do terreno à SEIXOMIX. “No dia da votação, três vereadores não compareceram à Sessão e a Vereadora Natália Duda foi a única vereadora que se colocou contra esse projeto. E o apelo que eu faço à Câmara Municipal de Bacabal, e eu sei que são de homens honrados e comprometidos com a cidade, é que voltem atrás dessa decisão, porque o que se cometeu fazendo essa doação de um bem do povo de Bacabal para a empresa do genro do Prefeito é um crime contra a cidade”, alegou.

Além da SEIXOMIX, o parlamentar denunciou também na tribuna outra empresa no nome do sobrinho do prefeito e que, segundo Roberto Costa, já recebeu milhões da Secretaria de Obras para fazer meio-fio nas ruas da cidade e sarjeta. “E ninguém vê meio-fio e sarjeta, porque nem asfalto, nem calçamento a cidade tem. A empresa de iluminação pública já recebeu milhões e a cidade é toda no escuro. Mas eu voltarei a esta tribuna para contar a história dessas empresas que são ligadas aos parentes do prefeito. Porque nós não podemos admitir mais que a situação de Bacabal piore a cada dia, a população sofre a cada dia e as únicas pessoas que terminam tendo acesso aos bens da Prefeitura são os parentes do senhor Prefeito. Bacabal é uma cidade de mais de 100.000 habitantes, a cidade mais importante do Médio-Mearim e tem sido tratada com irresponsabilidade pela atual administração”, finalizou.

A doação
Na última quarta-feira (09), o projeto de doação do terreno, enviado pelo prefeito Zé Alberto à Câmara Municipal de Bacabal foi aprovado com apenas um voto contra e um a favor. Após a vereadora Natália Duda realizar a denúncia, o caso foi repercutido na imprensa de Bacabal, gerando polêmica e indignação.

Ainda segundo a denúncia, a empresa SEIXOMIX presta vários serviços à prefeitura sem licitação e tem como dono o laranja Hartur Sandes Bastos e como reais donos o genro do prefeito, Audri Rocha, casado com sua filha Monique Veloso. Dos 17 parlamentares pertencentes à Casa, não estiveram presentes os vereadores Edvan Brandão (PP), Melquíades Neto (PMDB) e Florêncio Neto,  (PHS).


Um comentário:

  1. Tem que investigar emvestigar porquê bacabal não pode ser diferente do pais . e os apresentadores das televisão de plantão de bacabal tem que denunciar mesmo .. E não ficar puxando o saco do prefeito.

    ResponderExcluir

Post Top Ad