PROFESSORES DE SÃO MATEUS ESTÃO EM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO - Randyson Laércio

Post Top Ad

terça-feira, 24 de setembro de 2013

PROFESSORES DE SÃO MATEUS ESTÃO EM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO

Os professores da rede pública municipal de São Mateus entraram em greve ontem. Os profissionais reivindicam uma pauta com 17 itens e, segundo o sindicato da categoria, decidiram pela paralisação depois de esgotarem todas as tentativas de diálogo com o prefeito Miltinho Aragão (PSB).

No mês de julho os professores fizeram uma paralisação de advertência, mesmo assim o prefeito de São Mateus não acenou com uma possibilidade de cumprir o que é reivindicado pela categoria. 

Conheça a pauta de reivindicações dos professores: 

1 – Reajustes dos vencimentos de todos os servidores que se encontram congelados desde 2010, (motorista, técnicos em enfermagem,  técnicos agrícola, fiscal de tributos, médicos veterinários, engenheiro agrônomo, enfermeiros, assistentes social e outros);
2 – Reposição da ajuda de custo (diária) dos motoristas do Hospital Municipal;
3 - Reposição do percentual de 20% de insalubridade de todos os servidores do Hospital Municipal;
4 – O pagamento de horas extras a todos os servidores que trabalham 48 horas semanais;
5 – A correção do valor percentual do adicional noturno de 20% para 25%, como determina a lei municipal nº 02/91;
6 – Criação do plano de cargos, carreira e salários de todos os servidores;
7 – Pagamento de incentivo financeiro aos A.O.S.D. pela realização e acumulação de atividades funcionais;
8 – O pagamento do 13º de todos os servidores que já aniversariam e ainda não receberam;
9 – Ajuste da Lei Municipal nº 02/1991;
10 – Reajuste do valor pago pelo deslocamento a todos os trabalhadores da educação;
11 –  Ajuste do plano de cargos, carreiras e salários do magistério;
12 – Aumento de 8,22% para os professores em geral;
13 – Abono salarial;
14 – Melhores condições de trabalho;
15 – Convocação dos professores classificados e excedentes para ocupara as vagas ociosas;
16 – Retroativos referente ao reajuste salarial dos professores em 2012;
17 – Abonar as faltas dos dias que os trabalhadores estirem em movimento paredista.

(Blog do Louremar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad