terça-feira, 24 de janeiro de 2017

PESQUISA "TRONCHA" APONTA FLÁVIO DINO COM 62% DE APROVAÇÃO NA ILHA? QUANTA SACANAGEM!!!

Primeiramente, usar dinheiro do contribuinte para se sustentar num falso patamar de aprovação é completamente antiético, imoral e, principalmente, irregular, haja vista que esse tipo de patacoada não condiz com a realidade, ainda mais com os alugueis “camaradas”, insegurança, saúde sucateada e educação do faz de conta, além de uma infraestrutura medíocre.
Então, o povo virou idiota e babaquara, para aprovar um desgoverno que sequer consegue mensurar os seus erros? Ou querem fazer crer que o JP contratou essa pesquisa “TRONCHA” COM SEUS RECURSOS?
Ora bolas!!! O Jornal Pequeno não contrataria um “instituto de pesquisa” sem os recurso$ palacianos.
Que criem vergonha e passem a trabalhar de fato em prol do bem-estar da coletividade, pois não serão “pesquisas tronchas” que modificarão o quadro que se ver de fato!!!
Caio Hostílio

SE DERAM MAL! DOIS MENORES EM UMA MOTO SE ACIDENTAM AO TENTAREM FUGIR DA POLÍCIA NO BAIRRO COHAB

Assista a reportagem completa sobre o caso:

CONFUSÃO GENERALIZADA EM BAR NO BAIRRO SETÚBAL ACABA NA DELEGACIA

Saiba todos os detalhes assistindo na reportagem completa:

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

NOVO RELATOR DA LAVA JATO SERÁ ESCOLHIDO ENTRE OS ATUAIS MINISTROS


Após escolha de relator, Temer pode indicar Alexandre de Morais para o STF
Após escolha de relator, Temer pode indicar Alexandre de Morais para o STF (Foto: Arquivo)
O presidente Michel Temer confirmou no fim de semana que só indicará o substituto do ministro Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal (STF) depois que a Corte decidir quem assumirá a relatoria da Operação Lava Jato. "Só depois que houver a indicação do relator", disse Temer durante o velório de Teori, em Porto Alegre. O ministro morreu em um acidente aéreo na quinta-feira, em Paraty, no litoral do Rio.

Antes mesmo da declaração, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, dava sinais de que vai remeter os processos da Lava Jato a um dos atuais integrantes da Corte. O mais provável, na visão de fontes que integram o tribunal, é que um dos ministros da Segunda Turma do STF - responsável por analisar as ações da operação - seja escolhido por meio de sorteio para herdar a relatoria.

A definição de quem ficará responsável pela Lava Jato no Supremo abriu uma discussão nos meios jurídico e político sobre o futuro da operação. A preocupação é se o novo responsável pelos processos no Supremo vai manter o caráter técnico com o qual Teori costumava conduzir o caso. A Corte julga investigados com foro privilegiado, como parlamentares e ministros de Estado.

Compõem a Segunda Turma e, portanto, poderiam assumir a relatoria os ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e o decano do tribunal, Celso de Mello. Uma cadeira ficou vaga com a morte de Teori.

Em tese, o posto na Segunda Turma deixado por Teori seria preenchido pelo próximo ministro, a ser indicado por Temer. Há um precedente na Corte, no entanto, para que um dos integrantes da Primeira Turma migre para o outro colegiado. Isso ocorreu em 2015, quando Toffoli pediu para integrar a Segunda Turma do Supremo.

A medida teve o objetivo de evitar empates em julgamentos da Lava Jato e também de retirar do futuro ministro nomeado - que veio a ser Edson Fachin - o ônus de ser indicado com a pressão de quem iria ter em mãos a investigação sobre o esquema de corrupção na Petrobrás. Fachin passou a integrar a Primeira Turma do STF.

A expectativa é de que os ministros adotem a mesma solução agora Mas, por enquanto, todos aguardam os primeiros sinais de Cármen Lúcia, que já anunciou que só falará sobre isso no retorno a Brasília.

Velório - No sábado, 21, a ministra foi a primeira representante do STF a chegar, logo pela manhã, ao velório de Teori, em Porto Alegre, mas evitou declarações públicas sobre o tema. O assunto, porém, permeou conversas entre autoridades presentes à cerimônia.

Questionado sobre o fato de Temer aguardar a definição sobre o novo relator, o juiz Sérgio Moro disse que "compete ao Supremo" encontrar uma solução. "As instituições estão funcionando. Vai ser resolvido institucionalmente", disse Moro.

Para o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, a decisão de remeter o caso a um dos atuais ministros é acertada. "Não se deve deixar a relatoria para o novo ministro que vai assumir. Seria uma situação política extremamente delicada", afirmou Sanseverino.

Em reservado, ministros no Supremo afirmam que não gostariam de assumir a Operação Lava Jato. A avaliação é de que Teori estava longe de especulações sobre eventual ligação com a política e, de forma discreta, conseguia conduzir o caso de maneira independente.

Um exemplo mencionado é a decisão do ministro de anular o áudio em que a presidente cassada Dilma Rousseff conversava com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ainda receber um pedido de "escusas" do juiz Sérgio Moro.

O futuro da Lava Jato tem causado apreensão na Procuradoria-Geral da República. Rodrigo Janot revelou a pessoas próximas preocupação com o destino da operação na Corte. Ele mantinha relação próxima com Teori, a exemplo de Moro, que conduz a Lava Jato em Curitiba.

AGÊNCIA O ESTADO

domingo, 22 de janeiro de 2017

ARTIGO: PARA ONDE VAMOS?



Para onde vamos?
O século XXI, até neste momento, está sendo conduzido pelo ódio e pela inveja. Não indicou ao povo bons exemplos para que ele siga o melhor caminho.
Não é admissível o triunfo dos maus somente fazendo o mal. Precisamos, sim, do triunfo dos bons só fazendo o bem.
A bondade precisa do seu verdadeiro espaço e assim seja afastada em definitivo a maldade.
A quantidade dos que não prestam cresceu muito e a qualidade dos que são bons não cresceu e está sendo agredida, danificada diariamente no mundo inteiro. Assim sendo, para onde vamos? Há indicadores ao mal. Não há indicadores ao bem. Este quadro é péssimo.
Há necessidade, portanto, da completa união dos bons na busca constante de bons resultados para as novas gerações, que precisam de boas lições e de garantia plena de um excelente futuro.
Os péssimos seres que se chamam de humanos são, na realidade, desumanos, violentos, cruéis, e desse modo estão crescendo somente em quantidade.
Os excelentes seres que são realmente humanos estão sob o impacto da violência crescente destruindo os valores essenciais para a garantia da vida perfeita em benefício da humanidade inteira.
O que deve ser realmente feito urgentemente para garantir o melhor para as pessoas dignas do respeito a todos os seus direitos? O chamado Estado no mundo inteiro deve ser restaurado e exigido dele o cumprimento de suas atribuições legítimas e legais em benefício dos seres realmente humanos.
O Estado foi criado pelo homem. Por isso, entre todos os seus deveres está o de fazer de tudo quanto necessário para garantir sempre a ordem perfeita e o desenvolvimento completo do que seja melhor para o seu bem-estar.
Não é aceitável o crescimento do ilegal e do injusto contra as pessoas que somente querem e fazem bem.
Ninguém precisa de quantidade de pessoas representando o povo nos seus Poderes Legislativos. Nós todos precisamos, sim, de qualidade real, perfeita, em cada um dos representantes do povo no referido Poder. Assim, é possível a concretização de reformas políticas benéficas e das quais necessitam todos os eleitores no mundo inteiro e, em especial, no Brasil.
A República Federativa do Brasil merece proteção e deve urgentemente pagar as suas dívidas construídas pelos seus maus administradores e que fizeram somente o mal diante do povo.
Por esse motivo, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, que compõem a Federação Brasileira, estão todos com muitas dívidas. O que gerou tudo? A deficiência, a ignorância, a vaidade, o egoísmo, o ódio, a desonestidade dos seus dirigentes. E por isso, hoje, o povo brasileiro está sofrendo muito.
É preciso que o povo saiba realmente escolher os seus representantes. Não deve errar. Se errar, estará assim fazendo o mal para si próprio e para as novas gerações.
Diante de tudo isso, hoje, para onde vamos? Vamos caminhar sem a certeza de para onde.
José Carlos Sousa Silva
Advogado, jornalista e professor da UFMA e Universidade Ceuma, mestre em Direito pela UnB, membro da Academia Maranhense de Letras

ARTIGO: QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUMBICA?



Quem não se comunica, se trumbica?
Nos anos 70 do século passado, Abelardo Barbosa, o Chacrinha, criou o bordão, ”Quem não se Comunica se Trumbica”, justo quando fervilhavam no Brasil as ideias a respeito da ciência da comunicação, com grande atraso, diga-se, em relação aos centros europeus de cultura. Só se falava em “aldeia global”, “o meio é a mensagem”, Marshal Mc Luhan, dava as cartas. As faculdades de Comunicação eram criadas em todo o Brasil, inclusive em São Luís. Instalava-se a grande era da comunicação audiovisual.
Estamos montados na comunicação, o whatsapp, zap para os íntimos, se faz acompanhar de facebook, blogs, twitter, instagram, e outros que tais, formando as redes sociais, com acesso a tudo e a todos. As redes criam e destroem reputações, elegem políticos e também descomunicam, se é possível o neologismo. A vida se apressa, a necessidade de comunicação virtual se torna premente e o tempo encolhe.
Descomunicar é quando apago, pela enésima vez, o oferecimento de dez cuecas (não sei o porquê de serem dez), a oportunidade única de encontrar meu par perfeito e renego a ajuda do conselheiro espiritual Cris, que sabe tudo sobre os meus problemas e se propõe a resolvê-los. O Spam invadiu minha caixa de entrada e fez esse estrago todo. Descomunicar é quando qualquer chuva tira a Internet do ar, causando síndrome de abstinência nos usuários.
O zap, invenção útil, multiplica rapidamente a informação e economiza telefonemas pagos. Pessoas desaparecidas do nosso convívio há anos se apresentam. Ah, a prima teve filhotes, não, já são netos. Meu Deus, quanto tempo passou. Reunimos, rapidamente, a família. Temos notícias de todos. Até de gente que nunca vimos e que se infiltram na nossa intimidade. Que fazer? São tempos de comunicação.
Formamos grupos de todos os tipos: amigos, grupos de colégio, serviço, times, família, agremiações, o que mais o diabo inventar. Sabemos rapidamente que uma cobra engoliu um velocípede, que um idiota pode beber um litro de cachaça de um só gole e que um avião caiu em cima de um carro, ou terá sido o contrário? Só não dizem onde e quando, mas não importa, é comunicação. E as fotos pornográficas? Ah, essas a gente deleta, depois de uma espiadela, assim como as peças de açougue dos presídios. De vez em quando, nos posicionamos corajosamente deitados na nossa rede. Repassamos indignados protestos acontecidos há 15 anos, de autores não comprovados, e vamos comer nosso beiju com café, com a consciência de ter feito uma boa ação.
Temos centenas de amigos, mas os que frequentamos são poucos. Isso vem da era dourada da TV, nos anos 1970, que já trazia, para dentro de casa, acontecimentos de todo o mundo em tempo real. Sabe-se mais do que acontece na Síria ou no Cazaquistão que na esquina de nossa rua. Não sabemos quase nada dos vizinhos. As visitas tradicionais foram abolidas desde o início das transmissões da telinha. Quem ousaria fazer visitas cordiais, a troco de um bom papo ou de um jogo de gamão, em horas de novelas e noticiários? Jovens, quando das visitas obrigatórias, antes de dar bom dia, chegam e vão logo procurando as tomadas. Tudo, menos celulares descarregados.
O que dá pra rir, dá pra chorar, já dizia Billy Blanco. No zap, recebemos corrente infindas, que nos prometem milagres ou castigos, caso as repassemos ou não. Clarice Lispector, Garcia Marquez. Pablo Neruda, Drummond, Ghandi e até Shakespeare e Aristóteles, depois de mortos tornaram-se piegas criadores de enfadonhos textos de autoajuda. Orações e piadas se reproduzem e rodam centenas de vezes, vindas de todos os grupos. Mas o pior mesmo, o mais insultado por todos, é sem dúvida o corretor de texto. A troca de acento de um ”e” para um “é” pode mudar a frase e causar inimizade. Ele interpreta e distorce nosso pensamento e nos faz pronunciar palavras que nos fariam corar sem a sua ajuda. E se o internauta que as recebe não tiver a esperteza e o senso de humor necessário, nessas ocasiões, aí teremos a inversão do bordão chacriniano: quem se comunica, se trumbica.
Ceres Costa Fernandes
Mestra em Literatura e membro da Academia Maranhense de Letras

FGTS INATIVO PODERÁ SER SACADO DE MARÇO A JULHO


Eliseu Padilha disse que o calendário de saque ainda será anunciado
Eliseu Padilha disse que o calendário de saque ainda será anunciado (Foto: Divulgação)
BRASÍLIA - Os trabalhadores que possuem saldo em contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão sacar os recursos no período de 13 de março até 14 de julho, obedecendo alguns critérios propostos pela Caixa Econômica e aprovados pelo presidente da República, Michel Temer. O anúncio foi feito pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, sexta-feira, 20, em visita a Porto Alegre.
Contas inativas são as que deixam de receber depósitos devido à rescisão do contrato de trabalho. A ordem para os saques será baseada no mês de aniversário do trabalhador. O ministro disse ain­da que não haverá limitação de valor a ser sacado.
"O que foi proposto ao presidente foram três itens: a ordem de chamada de aniversário, o tempo, que será de março a julho, e havia ainda três alternativas quanto ao montante a ser liberado. O total do valor era uma delas, e depois as duas outras o presidente resolveu nem considerar. Portanto, vai ser liberado o saldo total das contas inativas do Fundo de Garantia", afirmou Eliseu Padilha. O calendário completo para retirada ainda será anunciado pelo Governo Federal.
Em 22 de dezembro, Temer anun­ciou que o governo iria liberar o saque de contas do FGTS inativas até dezembro de 2015. A medida faz parte de uma tentativa do governo de reaquecer a economia. O trabalhador, se quiser, poderá sacar, para qualquer fim, todo o valor que tem na conta inativa – aquela que deixa de receber depósitos do FGTS devido à rescisão do contrato de trabalho.
O Governo Federal estima que cerca de 10, 2 milhões de trabalhadores podem sacar o dinheiro. O cálculo é que o valor alcance pouco mais de R$ 40 bilhões.
“Estamos falando de R$ 42 bilhões. Seguramente, R$ 30 bilhões ou mais virão para o mercado. Por quê? A gente sabe que em situações como essa, cerca de 70% até 73% buscam o dinheiro e vão fazer o saque. O resto vai continuar depositado”, analisou o ministro-chefe da Casa Civil.

Reunião
Padilha esteve em Porto Alegre para uma reunião com o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, no Palácio Piratini. O motivo do encontro era firmar uma data para tratar da renegociação da dívida do estado com a União. Será na próxima terça, 24, em Brasília.
Após o Rio de Janeiro, segundo o ministro, o caso do Rio Grande do Sul entrará na pauta do Ministério da Fazenda. “Nós deveremos ter o primeiro encontro, porque tão pronto seja firmado o acordo do Rio de Janeiro, o Rio Grande do Sul ganhará por inteiro a ocupação dos técnicos do ministério da Fazenda”, disse Padilha.
Questionado sobre as contrapartidas para firmar o acordo, Padilha frisou que é preciso que cada estado também proponha um ajuste fiscal.

O Estado do Maranhão

SENADORES VOTARÃO NO CANDIDATO DO PMDB

Ao participar da visita do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, ao ex-presidente José Sarney, sexta-feira, em São Luís, o senador João Alberto declarou que vai trabalhar dentro do seu partido, o PMDB, para que a bancada pemedebista vote em massa no candidato do DEM, que já preside a Casa em mandato-tampão. E sinalizou que vai também se empenhar ao máximo para a eleição do senador cearense Eunício Oliveira para a presidência do Senado. 

Com a declaração, João Alberto indicou que ele e o senador Edison Lobão, que também é do PMDB, estão fechados com o candidato do partido. A manifestação de João Alberto não incluiu o senad0r Roberto Rocha no pacote de apoio à candidatura de Eunício Oliveira, mas nos bastidores do Senado é corrente que, a menos que haja uma reviravolta na bancada do PSB, todos os indícios apontam que Roberto Rocha votará com o candidato do PMDB, já que não parece nem um pouco interessado em outra candidatura. 

Ele só mudará seu voto se a cúpula nacional do PSB impuser uma orientação que leve a bancada socialista votar contra o candidato do PMDB. Até lá, Roberto Rocha caminha para votar com o candidato pemedebista, que, assim, terá os três votos da bancada maranhense.

Ribamar Correia

sábado, 21 de janeiro de 2017

VÍDEO: ACIDENTE GRAVE NA BR 316 EM BACABAL ENVOLVENDO FUNCIONÁRIO DA CEMAR

O acidente aconteceu por volta das 19hrs deste sábado(21), na Br 316 nas imediações do Jainara Hotel e teve como vítima o motociclista José Wanderson Cardoso Lima, 31 anos, que trabalha como funcionário da Cemar, é morador do Bairro Cohab e que acabou colidindo na lateral de um caminhão reboque após perder o controle da moto honda biz que o mesmo conduzia.



De acordo com informações de testemunhas a vítima estava de capacete que com o impacto da colisão, acabou rachando ao meio, a  equipe do SAMU que atendeu a ocorrência prestou os primeiros socorros e encaminhou a vítima logo em seguida para o Hospital Laura Vasconcelos. 

Veja abaixo um vídeo que foi registrado quando José Wanderson, estava recebendo os primeiros socorros ainda no local pela equipe do SAMU.



O TRABALHO DO PERITO CRIMINAL NA SÉRIE "SEGURANÇA, ESTADO DE DIREITO"

Nada pode ser descartado no local do crime e cada detalhe é importante para o perito criminal. A polícia técnica é essencial para elucidação de crimes.
O repórter Olavo Sampaio da Tv Difusora São Luís,  acompanhou como é feito o trabalho dos 62 profissionais que atuam na capital maranhense.

Assista a última reportagem da série.


RODRIGO MAIA VISITA JOSÉ SARNEY EM AGENDA POR CANDIDATURA NO MARANHÃO


José Sarney recebe o presidente da Câmara, Rodrigo Maia
José Sarney recebe o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (Foto: De Jesus / O ESTADO)
O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), realizou uma visita de cortesia na sexta-feira ao ex-presidente da República, José Sarney (PMDB). O encontro, na residência do peemedebista, foi o primeiro compromisso da agenda oficial do parlamentar no estado.
Ele busca a consolidação de sua candidatura, junto à bancada maranhense, à presidência da Câmara. Depois de visitar José Sarney, Maia teve encontro com o governador Flávio Dino, do PCdoB, partido que apoia a sua eleição, e jantou com os deputados federais do estado no Hotel Pestana.
A O Estado, Maia falou da importância da agenda com o ex-presidente da República e o seu grupo político no estado.
“Toda vez que estou com o presidente Sarney é um momento de muita alegria, de muita emoção. Poder estar com ele aprendendo, ouvindo os seus ensinamentos, principalmente num momento como este, muito importante para a vida política brasileira”, disse.
Rodrigo Maia afirmou que a agenda no Maranhão foi importante para consolidar o seu nome para a disputa eleitoral do mês de fevereiro, quando acaba o recesso parlamentar no Legislativo.
Ele citou como fator político importante para a sua candidatura, a aliança entre partidos de situação e de oposição para o pleito.
“A presidência da Câmara consegue representar o Brasil. Há as adversidades no Brasil, as diferenças políticas, e o presidente tem de ser aquela pessoa que busque a harmonia, que gere o diálogo e que consiga trazer para debate político, algo pacífico para a Câmara. Isso é o que tenho tentado fazer nos últimos sete meses”, completou.
Apoio - Presente no encontro, o coordenador da bancada maranhense na Câmara, deputado federal Juscelino Filho (DEM), falou da consolidação da candidatura de Maia junto aos parlamentares do Maranhão.
Ele revelou que dentre os 18 deputados federais, 14 já declararam voto em Rodrigo Maia.
“A presença do presidente Rodrigo Maia é importante aqui em São Luís para consolidar os votos que ele já tem na nossa bancada. A grande maioria da bancada federal do estado já declarou voto a ele, a maioria dos partidos está fechando aliança com ele e tenho certeza que essa visita de hoje [sexta], consolida e fortalece essa candidatura”, enfatizou.
O senador João Alberto (PMDB) também falou das alianças firmadas por Rodrigo Maia com os parlamentares maranhenses.
“O presidente Rodrigo Maia está fazendo uma coisa muito certa que é visitar o estado. Aqui no Maranhão ele procurou o presidente Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney. Acredito que a nossa bancada está muito coesa e tudo faz crer que ele terá uma aceitação muito grande”, finalizou.
Saiba Mais
Além do deputado federal Juscelino Filho (DEM) e do senador João Alberto (PMDB), participaram da agenda do deputado federal Rodrigo Maia, na residência do ex-presidente José Sarney (PMDB), os deputados João Marcelo (PMDB), Victor Mendes (PSD), Efraim Filho (DEM-PB), o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV) e o presidente do PMDB no Maranhão, Remi Ribeiro. O ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Fernando Fialho e o presidente da Academia Maranhense de Letras (AML), Benedito Buzar, também participaram do encontro.
O ESTADO DO MARANHÃO

PRISÕES E CONCLUSÕES DE INQUÉRITOS DE ASSALTOS A BANCO CRSCERAM 63,5% NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS



O trabalho da Segurança para conter as ocorrências contra agências bancárias surte efeito resultando na diminuição dos casos contra estas instituições nos dois anos da atual gestão. A ação da Polícia Civil com apoio do efetivo Militar conseguiu melhorar os índices desse crime. Segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), as prisões de assaltantes de bancos cresceram 63,5% e o número de explosões a caixas eletrônicos caiu 2,2%.

O titular da Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic), delegado Tiago Bardal, pontuou a ação eficiente e em parceia dos sistemas da Segurança com operações de impacto que têm culminado em êxito. “Conseguimos prender assaltantes de alto grau de periculosidade que vinham aterrorizando nos interiores, desarticulando quadrilhas e mostrando à populaçao que estamos atentos para garantir a segurança”, disse.

Em 2016, a Seic desarticulou diversas quadrilhas interestaduais de roubo a banco com a prisão de 237 suspeitos. O número é maior que os de 2015, quando 145 pessoas foram detidas por este crime. Os dados ultrapassam também os de 2014, quando apenas 112 suspeitos foram presos.

Um dos desafios da polícia é impedir os ataques às agências que têm como alvo dos assaltantes os caixas eltrônicos, muitas vezes destruídos nas investidas. A ação rápida e preventiva da polícia frustrou uma série de ações dos criminosos. Os dados da SSP-MA mostram que em 2015 foram registrados atentados deste tipo contra 54 equipamentos.

O trabalho policial conseguiu diminuir estas ocorrências em 2016, quando os registros caíram para apenas 44 casos. Em 2014, foram registradas 45 situações destas. Uma mostra da eficácia das operações da Seic, em conjunto com a Polícia Militar, foi registrada na quinta-feira, 19, com a prisão de assaltante e líder de quadrilha especializada em roubo a banco que participou de oito assaltos no Maranhão.

Identificado como Antoniel Silva Lima, de 37 anos, conhecido no mundo do crime como ‘Cara de Babuíno’, foi detido no município de Governador Archer. A polícia cumpria mandados de prisão na região. Antoniel tem participação direta nos assaltos praticados a agências nas cidades de Timbiras (27.08.2015), Gonçalves Dias (14.01.16 e 22.07.16), São Domingos (08.06.16), São Mateus (08.07.16), Coelho Neto (13.08.16 e 01.11.16 este a carro forte) e em Governador Eugênio Barros (22.10.16).

O delegado Tiago Bardal avalia como significativa essa queda acentuada dos casos contra agências bancária no Estado. “Nos deixa satisfeitos e cientes de estarmos no caminho certo com o trabalho realizado. Significa que o planejamento e empenho das polícias têm surtido efeito e quem ganha com isso é a população”, enfatizou Bardal.

Ação coordenada


Uma estratégia de trabalho da polícia local para reprimir as ocorrências é realização de operações específicas contra esta modalidade e ações em parceria com as polícias do Pará, Piauí, Goiás, Bahia e Tocantins. Segundo o delegado, grande parte destas quadrilhas é interestadual e a ação conjunta das polícias tem interceptado vários grupos e impedido que os crimes ocorram.

Entre as ações e combate a esta modalidade de crime, a Seic desenvolve a operação ‘Maranhão Seguro’, com apoio da Polícia Militar, que monitora as agências nos dias de maior movimentação de dinheiro. Outro ponto destacado pelo superintendente no planejamento é o monitoramento mais intensificado em datas de pagamento de pessoal e nas áreas do entorno das agências.

Investigação especializada


A Seic mantém o Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (DCRIF) com equipe especializada e treinada para combater esta modalidade criminosa. O trabalho do Serviço de Inteligência na investigação também contribui para a desarticulação das quadrilhas. O departamento trabalha as abordagens em pontos estratégicos, monitoramento de grupos e pessoas suspeitas e orientação na segurança das instituições bancárias.

A orientação a comerciantes de material explosivo é outro ponto do planejamento, pois as quadrilhas têm utilizado estes artefatos durante os ataques. “Como resultado das operações identificamos e prendemos chefes destes grupos, desarticulamos organizações frustrando o crime e apreendemos armas, explosivos e outros materiais”, disse o titular do DCRIF, delegado Luís Jorge.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

PROCON FISCALIZA CONCLUSÃO DAS OBRAS NO AEROPORTO DE SÃO LUÍS


O Instituto de Proteção e Defesa ao Consumidor (Procon/MA) realizou, nesta sexta-feira (19), uma fiscalização no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado, de São Luís. A ação averiguou o andamento das obras de ampliação que, de acordo com decisão judicial, tem até o dia 3 de fevereiro como prazo final para conclusão.

Em resposta a notificação do Procon/MA, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) relatou, no início de janeiro, que as obras no aeroporto já foram finalizadas, comprovando a informação por meio da apresentação do Termo de Recebimento da empresa responsável, a Todobras Ltda.

A equipe do Procon/MA constatou que os equipamentos dos novos salões de embarque e desembarque já estão funcionando, mas a Infraero ainda não apresentou documentos que comprovem o cumprimento das exigências de segurança feitas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMM) e pelo Conselho Regional de Engenharia (CREA-MA).

De acordo com o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, o Instituto continuará acompanhando o caso até que todas as exigências sejam cumpridas. “Agora, a Infraero terá 10 dias para apresentar os documentos que ainda faltam, e as companhias aéreas serão notificadas a fim de que disponibilizem mais voos para atender melhor à crescente demanda. Estamos exigindo o pleno cumprimento de decisão judicial para garantir um serviço aeroportuário de qualidade no nosso Estado”.

Segundo dados da Infraero, algumas adequações ainda serão feitas nos dois novos salões, mas as instalações já estão em condições de operar normalmente. Com a ampliação, o aeroporto de São Luís aumenta sua capacidade de 2.400 para 5.400 de passageiros.

Ação Civil Pública

Em outubro de 2016, a justiça deferiu Ação Civil Pública do Procon/MA, que foi protocolada pelo órgão após minuciosa investigação. Na decisão, a justiça confirmou a competência do Procon/MA para atuar por meio de defesa coletiva dos consumidores do aeroporto, conforme artigo 82 do Código de Defesa do Consumidor. Além disso, ficou determinado que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Ministério Público Federal acompanhassem o cumprimento da decisão.

JOÃO MARCELO É HOMENAGEADO PELO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR

O deputado João Marcelo participou na última terça-feira, 17, da cerimônia de Colação de Grau dos formandos dos Cursos de Graduação em Direito, Enfermagem e Farmácia do Instituto Florence de Ensino Superior, concludentes em 2016. 

A cerimônia foi realizada no auditório Alberto Abdalla, na FIEMA. João Marcelo iniciou o seu discurso saudando alunos, professores, pais e responsáveis e autoridades presentes. "Cumprimento a todos os presentes e, de modo especial, os discentes. A estes eu me dirijo lembrando que não existe limite de idade para o aprendizado, todos tem habilidades, todos tem capacidades e limitações e todos tem oportunidades em diferentes níveis. Observo que alguns aqui já passaram dos 30 anos de idade. Acho louvável essa capacidade de superar obstáculos para adquirir novos conhecimentos e se habilitar a uma nova profissão. Vivemos em um mundo competitivo onde devemos superar necessidades e agarrar as oportunidades que a vida nos traz diariamente. Sou psicólogo de formação de nível superior. Estou deputado federal e atribuo essa conquista à minha formação em Psicologia".


Durante a solenidade o deputado João Marcelo foi homenageado, recebendo a comenda das mãos da diretora acadêmica do Instituto, a professora Ildoana Oliveira.

PODER DE ARTICULAÇÃO


Poder de articulação
Apesar de ainda faltar mais de um ano e nove meses para a disputa das eleições 2018, são cada vez mais intensas as manifestações pelas duas vagas que serão abertas no Senado da República, com o fim dos mandatos dos senadores Edison Lobão e João Alberto, ambos do PMDB.
Já manifestaram publicamente interesse pelas vagas o deputado federal Weverton Rocha (PDT), a deputada federal Eliziane Gama (PPS), o deputado José Reinaldo Tavares (PSB), Waldir Maranhão (PP), o ex-ministro Gastão Vieira (PROS), além do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB).
Outros nomes levantados pela classe política, mas que pregam unidade partidária, são o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e os senadores que encerram os seus mandatos e podem buscar a reeleição, João Alberto e Edison Lobão. O presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho (PDT), articula candidatura nos bastidores.
Quem também pretende entrar na disputa é o suplente de senador Lobão Filho (PMDB). No fim do ano passado, ele afirmou com exclusividade a O Estado ter interesse em uma das vagas.
Em todo esse contexto, portanto, são 12 os nomes levantados como potenciais candidatos às duas vagas para o Senado.
Resta saber quem vai ficar pelo meio do caminho ao longo dos próximos meses.

Coluna Estado Maior

JOSÉ SARNEY LAMENTA MORTE DO MINISTRO TEORI ZAVASCKI: "MAGISTRADO BRILHANTE"



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki morreu nesta quinta-feira (19), aos 68 anos, em um acidente aéreo.
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki morreu nesta quinta-feira (19), aos 68 anos, em um acidente aéreo. (Foto: José Cruz / Agência Brasil)
SÃO LUÍS - O ex-presidente da República José Sarney lamentou a morte de Teori Zavascki, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), em um acidente aéreo na tarde desta quinta-feira (19), na cidade de Paraty (RJ). Em nota, Sarney elogiou Zavascki, relembrou alguns momentos de sua carreira jurídica e disse que o Brasil perde um “magistrado brilhante”.
"É com profunda tristeza que recebo a notícia do falecimento do Ministro Teori Zavascki, por quem tinha grande admiração. Era um magistrado sério, correto e brilhante. Prestou um grande serviço à magistratura brasileira com sua experiência, e cultura jurídica. Recordo que o conheci ainda durante o meu governo, quando era juiz federal e foi nomeado para o Tribunal Federal do Rio Grande do Sul. De lá ascendeu ao Superior Tribunal de Justiça onde teve passagem marcante. Lamento enormemente sua morte e associo-me à dor de sua família nesse momento de pesar", afirmou José Sarney.
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki morreu nesta quinta-feira (19), aos 68 anos, em um acidente aéreo. Ele já era viúvo e deixa três filhos. Membro do STF desde 2012, Teori foi o ministro responsável pelas investigações da Operação Lava Jato na Corte, tratando dos processos dos investigados com foro privilegiado. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki, em uma rede social.
Teori Zavascki nasceu em 1948 na cidade de Faxinal dos Guedes (SC), e é descendente de poloneses e italianos. Aprovado em concurso de juiz federal para o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em 1979, ele foi nomeado, mas não tomou posse. Advogado do Banco Central de 1976 até 1989, chegou à magistratura quando foi indicado para a vaga destinada à advocacia no TRF4, onde trabalhou entre 2001 e 2003. De 2003 a 2012, Zavascki foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
O ESTADO DO MARANHÃO

FARMÁCIA POPULAR AGORA TERÁ LIMITE DE IDADE PARA VENDA DE REMÉDIOS

O Programa Farmácia Popular agora terá limite mínimo de idade para a compra de medicamentos. De acordo com as novas regras do Ministério da Saúde, o medicamento para colesterol alto só poderá ser vendido pelo programa para quem tem 35 anos ou mais. Já o remédio que trata de osteoporose só será vendido para maiores de 40 anos. Para comprar o medicamento que trata a Doença de Parkinson, o paciente precisa ter mais de 50 anos, e para hipertensão, pelo menos 20 anos. Os contraceptivos serão vendidos a pessoas entre 10 e 60 anos de idade.
Segundo a pasta, as restrições no sistema foram implantadas para maior controle dos medicamentos, levando em conta os parâmetros definidos por protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas do Ministério da Saúde.
Aos pacientes que estiverem fora da faixa etária estabelecida, a pasta orienta que, se precisar de um dos medicamentos, poderão requerer a inclusão do Cadastro da Pessoa Física (CPF) no sistema, pela Ouvidoria-Geral do Sistema Único de Saúde (SUS), no telefone 136, opção 8, ou pelo e-mailanalise.fpopular@saude.gov.br.
O ministério solicita às farmácias credenciadas que, em caso de alterações, façam a devida validação de dados na Receita Federal.
Irregularidades
As novas regras vieram depois da identificação de irregularidades recorrentes na indicação de medicamentos para pacientes com idade normalmente incompatível com a doença a ser tratada. De acordo com o Ministério da Saúde, a mudança faz parte de um processo de aperfeiçoamento do programa.
O Programa Farmácia Popular, criado em 2004, oferece medicamentos gratuitamente ou com descontos de até 90%. Além de remédios para hipertensão, diabetes e asma, os usuários também podem comprar outros compostos e até fraldas geriátricas e remédio para rinite.
A iniciativa, criada pelo Ministério da Saúde para ampliar o acesso a medicamentos no país,  está presente em 80% dos municípios brasileiros e conta 34.616 farmácias conveniadas – em torno de metade das drogarias do país. Ao todo, são disponibilizados 25 produtos no programa; 14 deles gratuitamente.
Agência Brasil

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

ELUCIDADO CRIME DE LATROCÍNIO OCORRIDO NO RESIDENCIAL TERRA DO SOL QUE TEVE COMO VÍTIMA O JOVEM ROBSON MÁRIO

Policiais Civis da 16º Delegacia Regional de Bacabal conseguiram elucidar o crime de latrocínio ocorrido em agosto de 2016 no residencial Terra do Sol na cidade de Bacabal, que teve como vítima o jovem Robson Mário 26 anos, que foi assassinado depois de sofrer um assalto praticado por dois jovens identificados como: Denílson Sousa Silva 19 anos, morador do Bairro Setúbal e Luciano Mendes da Silva conhecido como "Fininho".

Saiba todos os detalhes na reportagem completa de Romário Alves de André Luiz da Tv Difusora:



Na manhã desta quinta feira o senhor Paulo Roberto Carlos, que é pai da vítima de latrocínio Robson Mário também concedeu entrevista à reportagem da Difusora, agradecendo o empenho de todas as pessoas que se solidarizaram com a família, ele também destacou o trabalho feito pela polícias.

PROCON NOTIFICA 25 ESCOLAS DE SÃO LUÍS SOBRE FARDAMENTO ESCOLAR


Depois das festas de fim de ano, começa a preocupação dos pais com o início do período letivo e com a compra do uniforme escolar. O item faz parte das preocupações da Portaria n° 52/2015, do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon/MA), que proíbe que as instituições de ensino particular exijam a compra do uniforme exclusivamente no estabelecimento de ensino ou em fornecedores contratados pela escola, exceto nos casos de marca registrada.

Publicada em 21 de outubro de 2015, a portaria tem o objetivo de facilitar a relação entre escolas particulares do Maranhão e os pais, para que nenhum dos lados seja prejudicado. Este ano, o Procon solicitou de 25 instituições de ensino, juntamente com a planilha de custos, a disponibilização da ficha técnica do uniforme, com a composição do tecido, tonalidade, modelo, logomarca, para que não haja diferenciações no padrão e os pais possam escolher a malharia de sua preferência para confecção.

Entre as instituições estão as escolas Reino Infantil, Crescimento, Dom Bosco, Batista Daniel de La Touche, Adventista, Master, Santa Tereza, Educator, Educator Educação Infantil, Centro de Ensino Upaon – Açu, Colégio Bom Pastor, Literato, Marista do Araçagi, Universidade Infantil Rivanda Berenice, CEI COC, Colégio Educallis, Escola São Vicente de Paulo, Instituto Divina Pastora, Escola Dom Quixote, Colégio Pitágoras, Centro Educacional Irineu Fontoura, Escola Caminho Feliz, Escola Turma do Saber, Portal do Saber.

A portaria determina, ainda, que o modelo não seja modificado antes de transcorridos cinco anos de sua adoção, evitando, assim, o gasto repetitivo com novos modelos de uniforme, conforme Lei n° 8.907/94.

Segundo o presidente do Procon, Duarte Júnior, a prática de monopólio, que obriga os pais a adquirirem o uniforme em apenas um local, é considerada abusiva e fere os direitos do consumidor. “Um dos problemas do monopólio na comercialização dos fardamentos é que os pais e responsáveis desembolsam quase o dobro do valor que seria pago se houvesse livre concorrência”.

As malharias interessadas em produzir e comercializar os fardamentos precisam realizar um cadastro prévio com as escolas, que deverão disponibilizar ficha técnica com a composição do tecido, tonalidade, modelo e logomarca, para que não haja diferenciações. Em caso de descumprimento do padrão, a instituição de ensino pode descredenciar a malharia. Somente as escolas que tem marca devidamente registrada (nome ou logotipo), podem estabelecer que a compra do uniforme seja feita na própria escola ou em estabelecimentos por ela definidos.

“A portaria facilita a relação entre as partes, que deve ser construída para que os pais não se sintam lesados e para que as escolas não tenham problemas que comprometam o processo educacional”, destacou Duarte Júnior. As escolas notificadas têm o prazo de cinco dias, após o recebimento da notificação, para apresentar as informações e documentos solicitados, sob pena de crime de desobediência e infrações às normas consumeristas. A Portaria nº 52/2015 pode ser conferida no site www.procon.ma.gov.br.

VÍDEO: ROBERTO COSTA SOLICITA AO MINISTÉRIO PÚBLICO INTERVENÇÃO EM BACABAL

O deputado Roberto Costa esteve nesta quarta-feira (18) com o procurador-geral de justiça do Ministério Público do Maranhão, Luiz Gonzaga, para solicitar uma intervenção que restabeleça a ordem política-administrativa, no sentido de garantir o funcionamento dos serviços essências de saúde e educação para a população no município de Bacabal.
Também estiveram na reunião, os procuradores Justino da Silva Guimarães e Reginaldo Junior Carvalho.
De acordo com o deputado a situação indefinida na cidade, gera desconforto para a população que acaba sendo prejudicada com a falta de funcionamento administrativo, principalmente nas áreas de infraestrutura, saúde e educação.
“Por conta dessa indefinição política-administrativa no município de Bacabal, nós temos uma preocupação em relação à população. Hoje a cidade não tem prefeito legalmente, existe uma disputa na Câmara Municipal de dois grupos que fizeram uma eleição; e a cidade têm dois presidentes da Câmara, a justiça ainda não tomou uma decisão em relação a validação da eleição do legislativo, o que agrava o sofrimento da população. Mas em contra partida, a Justiça Federal, reconheceu que o verdadeiro presidente do legislativo é o vereador Edvan Brandão, que respaldado pelo regimento interno, encaminhou oficio à justiça informando a situação, e mediante a lei, acatou e decidiu que não permitiria que as contas do município fossem mexidas pelo “prefeito” que não foi reconhecido oficialmente pela Câmara”, esclareceu Roberto Costa.
Durante o encontro com o procurador-geral, o parlamentar explicou a que uma intervenção do MP seria necessário, principalmente, por conta dos funcionários que estão trabalhando e poderão não ter seus salários pagos por conta dessa indecisão.
“Vivemos uma situação de instabilidade, e de muitas dificuldades, e quem acaba sendo penalizado com tudo isso é a população de Bacabal, por essa razão, eu estou aqui pedindo ao procurador-geral, Luiz Gonzaga, uma intervenção do Ministério Público, no sentido de garantir que os serviços básicos e essenciais do município, como por exemplo, o pagamento dos funcionários públicos, sejam efetuados. E que não sejam suspensos por conta desse imbróglio político existente em Bacabal”, explicou o deputado.
O procurador-geral, Luiz Gonzaga, ouviu atentamente o deputado e assegurou que tomará medidas emergências, no sentido de garantir ao funcionalismo público o pagamento dos seus proventos. Tendo em vista que essa situação prejudica não somente os funcionários, mas toda a população bacabalense que acaba sendo penalizada pela falta de um gestor efetivo no cargo de prefeito.
Roberto Costa reforçou sua preocupação com a falta de gestão na saúde e educação, lembrando-o que a partir do próximo mês, milhares de alunos terão que estar nas salas de aulas.
“Se não existe prefeito legalmente, não pode existir secretários municipais, o que inviabiliza o funcionamento do sistema municipal de educação e a população fica a mercê sem ter a quem reivindicar por conta dessa indefinição”, declarou Costa.
Por fim, o deputado Roberto Costa demostrou profunda indignação com o sofrimento dos bacabalenses, e pela instabilidade econômica e política- administrativa do município.
“É inadmissível que essa situação continue indefinida. A justiça precisa tomar uma decisão imediata em relação à eleição da Câmara Municipal, porque a população de Bacabal não aguenta mais tanto sofrimento. Contudo, estamos confiantes que a justiça tomará as medidas cabíveis e emergenciais, para o restabelecimento da ordem no município.