REFORMA PREVIDENCIÁRIA EM DEBATE NA CÂMARA! DEPUTADO FEDERAL JOÃO MARCELO PARTICIPOU DA AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE CONTOU COM A PRESENÇA DO MINISTRO DO TRABALHO - Randyson Laércio

Post Top Ad

sexta-feira, 17 de junho de 2016

REFORMA PREVIDENCIÁRIA EM DEBATE NA CÂMARA! DEPUTADO FEDERAL JOÃO MARCELO PARTICIPOU DA AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE CONTOU COM A PRESENÇA DO MINISTRO DO TRABALHO

A polêmica reforma da previdência foi tema de Audiência Pública na última quarta -feira (15.06) promovida pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, da qual é membro e vice-presidente, o parlamentar maranhense João Marcelo Souza (PMDB-MA).

Além do deputado federal João Marcelo Souza e demais integrantes da Comissão, participaram da Audiência o Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira de Oliveira; Carlos Olegário, Vice Presidente da COBAP/ Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos e o Diretor da Nova Central Sindical dos Trabalhadores, Luiz Gonzaga de Negreiros.

Segundo o Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira de Oliveira, o governo interino de Michel Temer busca consensos para garantir a sustentabilidade da Previdência Social. Ele disse que a projeção do deficit do setor é de R$ 140 bilhões, “mas pode ser maior”, alertou o Ministro durante a Audiência.

Para superar o deficit e garantir a sustentabilidade da Previdência, o ministro lembrou que o governo criou um grupo interministerial de trabalho para construir uma proposta de reforma a ser posteriormente enviada para o Congresso Nacional.

Mas a Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas (COBAP),contestou os números do Ministro. O vice-presidente da entidade, Carlos Olegário, garantiu que a Previdência é superavitária. Para o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), os argumentos de que “a previdência está quebrada são de quem quer tirar dinheiro dos aposentados”. Segundo o deputado, uma das provas de que o setor é superavitário foi a articulação do governo para aprovar a proposta de emenda à Constituição sobre a Desvinculação das Receitas da União (DRU), “que vai tirar R$ 120 bilhões da Seguridade Social”. Faria de Sá também criticou a recente reforma administrativa que dividiu o controle da previdência entre os Ministérios da Fazenda e do Desenvolvimento.

Para o Deputado João Marcelo Souza (PMDB-MA) essa questão é muito séria e precisa ser acompanhada de perto por todos os envolvidos no debate, assim como estão fazendo os membros dessa Comissão que ele integra:

"Nossa Comissão está promovendo uma série de debates para obter dados técnicos, demográficos, sociais e econômicos para compor a elaboração de uma proposta de reforma previdenciária eficiente. Estou acompanhando de perto essa questão pois entendo que o futuro dos aposentados é relevante para  o Brasil. Estamos ampliando ao máximo esse debate, ouvindo vários grupos para alcançarmos uma proposta que faça jus à realidade social e fiscal do país e de seus aposentados", reforçou João Marcelo Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad