QUADRILHA É PRESA POR ASSALTO A RESIDÊNCIAS NA CAPITAL - Randyson Laércio

Post Top Ad

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

QUADRILHA É PRESA POR ASSALTO A RESIDÊNCIAS NA CAPITAL

O Serviço de Inteligência da Polícia Militar e policiais civis do 7° Distrito Policial, prenderam na manhã desta quarta-feira (6), na Vila Luizão e na Estrada Velha da Raposa, quatro suspeitos de cometer assaltos a residências.  Augusto César Santos Cutrim Filho ex-presidiário, Alexandro Silva de Sousa, Geovane Santos Coelho e um adolescente, são apontados como envolvidos no assalto a uma casa no Araçagi, no domingo (3). Além dos quatro presos, outro integrante da quadrilha continua foragido. No momento do crime, um casal foi rendido e, além de objetos, foi levado ainda o carro das vitimas, um veículo FOX de cor vermelha.

Outra ação da quadrilha foi registrada na terça-feira (5) no bairro Ipem Turu. O assalto à residência teve as mesmas características do ocorrido no final de semana, os moradores foram rendidos enquanto os bandidos pegaram Tvs, celulares, computadores e um carro modelo Fiesta Preto placa NWY 9599.
Com os bandidos, a polícia encontrou parte dos pertences roubados e o veículo Fiesta, além de dois pés de maconha plantados em uma carcaça de televisão. Com Augusto César Santos Cutrim Filho, a polícia encontrou quatro petecas de maconha, R$ 333,90 em dinheiro e munições de pistola ponto 40.
Segundo o titular da Delegacia de Polícia do Turu (7º DP), Paulo Márcio da Silva, todos tem passagem pela polícia. Os crimes variam entre, tráfico de drogas, roubo qualificado. Agora eles vão responder ainda por assalto e formação de quadrilha.
“Desde o domingo, a polícia está fazendo buscas para capturar esses bandidos. E após o trabalho do serviço de inteligência isso foi possível” acrescenta Paulo Márcio da Silva.
Após os procedimentos de autuação, eles foram encaminhados ao centro de triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
O 7° DP atende mais de 15 bairros localizados na região do Turu, Parque Vitória, Vicente Fialho entre outros. Segundo o delegado na região os indicies de crimes são baixos se comparados a outras localidades da região metropolitana de São Luís.
“Dos 109 homicídios ocorridos em outubro, dois foram registrados na área de cobertura do 7° DP” finaliza.(O Imparcial).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad